Nova ameaça digital às empresas

Nos últimos meses, várias empresas ao redor do mundo sofreram ou estão sofrendo ataques por ransomware. Destas, uma em cada cinco fecham as portas.

Ransomware é um tipo de ataque onde os dados de um computador ou de toda uma rede são criptografados, ou seja, se tornam ilegíveis sem o uso de uma chave ou senha. Para obter esta chave, a empresa vítima do ataque é obrigada a pagar um valor estipulado pelos criadores do ransomware. É como se os dados da empresa fossem sequestrados e fosse exigido um resgate para sua devolução.

Hoje, cada vez é maior a dependência de informações armazenadas em computadores, sejam planilhas, documentos legais ou sistemas de gestão empresarial. Tanto é verdade que 20% das empresas afetadas por ataques de ransomware acabam fechando as portas.

O ransomware se infiltra nos computadores de forma muito parecida com os vírus de computador, que já são conhecidos há anos. Eles se aproveitam tanto da falta de manutenção (falta de antivírus e atualizações do sistema operacional) quanto do mau uso (acesso a sites infectados, instalação de programas não confiáveis, abertura de e-mails suspeitos com anexos). Assim, embora o impacto de ser vítima de um ramsomware seja enorme, é relativamente fácil evitá-los, bastando seguir recomendações simples.

Por último, e talvez mais importante:

1 – Sempre faça backup de seus dados importantes, incluindo os sistemas HGM.
2 – Mantenha-os seguros e desconectados de seu computador.

Assim, durante uma eventualidade, seus dados estarão seguros e fora do alcance do ataque virtual.

A HGM recomenda que os backups sejam feitos em um jogo de pendrives, sendo uma para cada dia da semana. Também é possível usar outras metodologias, como backup online ou uso de ferramentas e mídias mais sofisticadas. O importante é manter os backups sempre atualizados e protegidos, e não depender de uma única mídia ou contar apenas com o último backup realizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×

WhatsApp

×